M.A.R - MULHER ARTISTA RESISTE

Fui selecionada para a Imersão Outras Críticas Literárias, por Amara Moira .


O MULHER ARTISTA RESISTE retoma as atividades, realizado pelo Espaço Cultural Armazém-Coletivo Elza com apoio do Sesc, dentro do Projeto Sesc Cultura ConVIDA! Em sua 3ª edição o M.A.R propõe um programa de imersão cultural totalmente gratuito e online voltado para mulheres cis, trans e não binaries de todo o Brasil.

Ao todo, foram selecionadas 60 mulheres (10 a cada grupo) para participarem de seis encontros, de duas horas, que acontecerão entre os meses de fevereiro e março de 2022.

Realizado por mulheres de diferentes áreas de atuação e de estados do Brasil, a imersão pretende amplificar a ideia de arte, cultura e vida. Além do período imersivo, cada grupo irá gerar um produto coletivo (publicação, exposição, apresentação, texto, happening, entre outros) que será divulgado através dos sites e redes sociais do Espaço Cultural Armazém - Coletivo Elza e do Sesc.


A imersão: Quando se pensa em uma crítica literária feminista, antirracista e LGBTQIA+, dois pontos não se podem perder de vista. Por um lado, a urgência de visibilizar obras de mulheres, pessoas negras e dissidentes sexuais e de gênero, dado que, historicamente, elas foram relegadas ao segundo plano, quando não descartadas, esquecidas. Por outro, no entanto, é necessário que não abramos mão de impactar na maneira como as obras da hegemonia são lidas, compreendidas e ensinadas: as obras podem já estar publicadas há tempos, mas o que elas são capazes de dizer depende muito de nós. A proposta da presente imersão abordará esses dois caminhos, imprescindíveis para reinventarmos a cara da literatura brasileira.

A propositora: Amara Moira é travesti, feminista, professora de literatura, doutora em teoria e crítica literária pela Unicamp (com tese sobre as indeterminações de sentido no "Ulysses", de James Joyce) e autora dos livros "E se eu fosse puta" (hoo editora, 2016), onde relata suas experiências como trabalhadora sexual, e "Neca + 20 Poemetos Travessos" (O Sexo da Palavra, 2021), onde reuniu seu monólogo em bajubá e sua produção poética sobre vivências travestis. Além disso, ela tem uma ampla produção como crítica, dividindo-se entre releituras feministas do cânone e investigações sobre a presença/autoria LGBTQIA+ na literatura brasileira.Outras Críticas Literárias – Selecionades: - Alessandra Boos - Florianópolis/SC - Ana Clara de Souza - Navegantes/SC - Jéssica Machado Marques- Belo Horizonte/MG - Jô Leoni - Brusque/SC - Laís Kalena Salles Aragão - Aracaju/SE - Natália Ester Romano Torres - Florianópolis/SC - Nlaisa Luciano Gaspar Mesquita - Rio de Janeiro/RJ - Rafaela de Moura Jemene - São Paulo/ SP - Rit Coronel da Rosa Ribeiro - Florianópolis/SC - Sandra Lee dos Santos Ribeiro - Rio Grande/RS


M.A.R 3ª edição: Imersão Coordenação Geral: Juliana Crispe Produção Executiva: Francine Goudel Produção Cultural: Gika Voigt Designer e redes sociais: Lorena Galery Streaming e vídeo: Marianella Colucci Assessoria de imprensa: Inara Fonseca Realização: Espaço Cultural Armazém - Coletivo Elza Apoio: Sesc Nacional - Projeto Sesc Cultura ConVIDA ​​