e o branco é sempre o Quartiho

Desenho e impressão digital sobre papel algodão, 2010 e 2011.

 

É uma série que conta com 20 desenhos realizados em um programa chamado Scketch-up. Os desenhos são criados sempre a partir da mesma matriz, a planta do Quartinho, local onde trabalhei pelo período de um ano, este Quartinho foi mantido vazio, neste ínterim.  São espaços construídos virtualmente, e visualmente  não apresentam  fácil acesso, pois não apresentam portas ou janelas livres, estão obstruídas por grades, vidros, treliças, enfim, materiais que possibilitam a visibilidade de fora para dentro e de dentro para fora, mas ao mesmo tempo não permitem acessar o espaço e nem sair dele.