USUÁRIA DA VIDA – TÉRREO ATELIÊ/ CASA DAS CALDEIRAS – AÇÕES E EXPERIMENTAÇÕES


Usuária da vida surgiu em meu processo quando comecei a selecionar palavras importantes e fundantes em minha investigação poética. Mas, apesar dela vir do mesmo lugar das outras palavras e fragmentos de frases das quais me aproprio ou escrevo, a 'Usuária da vida', também parte de pontos importantes em meu percurso artístico como lugar, tempo, memória; porém este trabalho tangencia questões e dúvidas mais pessoais, que na verdade acredito serem minhas e também de outras pessoas. A Usuária, aquela que pode usar algo, pode usufruir, gozar de algo por algum tempo. A partir desta pequena definição penso neste caminhar, parar e construir que a própria vida nos oferece. Usamos do tempo sem muitas vezes perceber sua passagem. E assim, penso neste usar a vida, no tempo e no espaço que é possível. Construir– desconstruir–reconstruir. Fazer–desfazer– refazer. Montar–desmontar–remontar…

O Térreo Ateliê ocupa um espaço físico no andar Térreo da Casa das Caldeiras onde acolhe artistas e seus processos, convidando o público para experimentar encontros e trocas. Caminhando em direção ao objetivo de estabelecer diálogos com as diferentes expressões artísticas, nossas histórias, memórias e imagens simbólicas.