Uma linha de intensa distinção

O texto escrito por Fábio Padilha para uma série de desenhos intitulada Projeto para Lareira.



Qualquer que seja a nossa percepção de linha num desenho, ela, talvez, nunca será a mesma depois que nos depararmos com o trabalho de Rafaela, pois aquela ideia tradicional do desenho como preparação para algo mais além, como se fosse apenas um ensaio, fica longe daquilo que a artista deseja. Decerto, através de seu trabalho percebemos a clareza de pensamento, com o propósito firme de entender um espaço arquitetônico em toda a sua riqueza plástica. Com efeito, são grandes folhas, onde o negro domina por inteiro o papel e, ao mesmo tempo, temos uma linha vigorosa que nos seduz por ter a mesma cor de nanquim pintado sobre o papel e por sua precisão gráfica. Mas a linha incisiva (feita com estilete) é de tal modo intensa, que nunca nos confundimos entre o fundo e a figura e, talvez, seja esta uma das surpresas que o trabalho nos reserva, uma vez que o rigor das formas arquitetônicas assume, por incrível que pareça, uma maior evidência com o fundo negro. Assim, Rafaela faz um trabalho que pode parecer um paradoxo para os arquitetos, mas que tem uma originalidade e verdade plástica que ninguém pode negar; fruto de uma trajetória permeada por um profundo sentido ordenador do espaço.

Fabio Padilha, graduado em Artes Visuais pelo Centro Universitário Belas Arte de São Paulo.