SÁBADO



28 de maio de 2011.

"SÁBADO" é um evento de ações artísticas com performances, vídeos, conversas, intervenções, teatro e vendas. Ao longo do dia artistas ocupam o espaço da Casa Contemporânea para realizar diversos projetos simultaneamente.

Segue programação completa:

. Adriana Affortunati reapresenta, na Casa Contemporânea, sua instalação de intitulada "O que me crio". Apresentada em 2008 no Memorial da América Latina e na Galeria Vicente Di Grado, no Centro Universitário Belas Artes. Sua proximidade com a cenografia atraiu o fotógrafo Dudu Antunes que fará uma sessão de fotos do trabalho neste dia 28. Esta produção fotográfica resultará posteriormente em uma publicação do fotógrafo. As fotos poderão ser vistas enquanto são realizadas. Por suas características efêmeras, a instalação “O que me crio” será a última oportunidade de ver ou rever este trabalho. – 12h.

. Vídeos de Renato Pera – das 13 às 15h (sessões a cada 30 minutos). O curta-metragem The House Of The Rising Sun (Para Max Ernst), 2011, de Renato Pera, consiste na investigação de espaços de silêncio: lugares isolados, vazios e abandonados, cuja temporalidade funciona numa lógica distinta da experiência do tempo vivenciada cotidianamente. A narrativa é proposta como um enigma, no qual se insinua um evento catastrófico e se observa o nascimento de uma estrela.

. AUTO-SERVIÇO DE LIVROS – das 11 às 18h. A sobrelivros é uma plataforma artística e pesquisa localizada na cidade de São Paulo que tem como objetivo expor, produzir, fomentar e realizar ações em torno do suporte/conceito do livro de artista, seja por meio de publicações, impressos, brochuras, livros e outros suportes. Auto- serviço de livros é um projeto da sobrelivros (organização dos artistas: Rafaela Jemmene, Renata Cruz, Bruno Mendonça e Roberto Fabra), trata-se de um livro coletivo. As pessoas podem adquirir páginas avulsas na banca de auto-serviço de livros de artista que foram produzidas por 30 artistas convidados.

. Venda Especial Dia dos Namorados – das 11 às 18h. A idéia da Casa é aproximar as pessoas da arte contemporânea, mostrar que ela pode fazer parte do seu dia a dia. Pensando nisso reunimos trabalhos de diversos artistas, jovens mas já reconhecidos, para voce apreciar, comprar e dar um presente original para alguém ou para si mesmo. Aproveite! . Conversa com artistas sobre residência artística: Adriana Affortunati, André Ricardo, Felipe Barros e Renato Pera – 15h. Estes artistas foram convidados a contar suas experiências no período que ficaram imersos em suas produções quando foram selecionados para residência artística. Alguns no Brasil e outros fora do país.

. Issotudoégrupo recebe os vizinhos para a exposição issotudoévizinho que abre em 04/06 – das 11 às 18h. Exposição coletiva que finaliza o projeto de itinerância elaborado pelo issotudoégrupo (Adriana Afforutnati, Marcelo Salles, Marcia Gadioli e Rafaela Jemmene). A proposta partiu do interesse em proporcionar trocas de conhecimentos e experiências entre artistas que desenvolvem suas produções fora da capital paulista e sugerir um envolvimento maior entre algumas cidades diminuindo as distâncias através desse contato direto entre os trabalhos. Pensando ser de interesse comum discutir questões relacionadas à arte atual que permeiam a produção dos artistas visuais, issotudoégrupo propos uma exposição em cada uma das 4 cidades escolhidas, Santos, Tatuí, Campinas e Piracicaba.

. ISTMO: “sabadão sertanejo” performance de Bruno Mendonça e Felippe Moraes – 18h. O ISTMO fará ao vivo a gravação de um podcast intitulado "Sabadão Sertanejo" em decorrência do nome do evento. Este podcast ficará disponível online posteriormente em nosso blog www.istmo-mistico.blogspot.com. O podcast será resultado de nossa apresentação ao vivo na Casa Contemporânea, que terá o formato de discotecagem. Nessa discotecagem tocaremos sucessos da internet como "Marli" empregada doméstica que dispontou como cantora em vídeos caseiros, Vitória Matos com "Kombi Branca" - sucesso no Norte e Nordeste brasileiro e que se tornou um hit na internet, além de relembrar sucessos sertanejos que fizeram parte da cultura de classe média dos anos 80 e 90, decorrência da mídia e bandas undergrounds que trabalham com essa estética da decadência, como Karine Alexandrino, Tetine, entre outros.

. Nº 298: espetáculo teatral – 21h. criação coletiva do Núcleo de Pesquisa Teatral Os Parafernálios. O personagem José transita por estórias que construiram a memória de uma casa. Lidando com o esquecimento e a confusão, tenta reconstruir fatos que se perderam.

Casa Contemporânea - Rua Capitão Macedo, 370 - Vila Mariana