Livros disponíveis na A Banca Vermelha


Rafaela Jemmene, O Autor de Quixote, livro composto a partir conto de Jorge Luís Borges, intitulado Pierre Menard, o autor de Quixote. O conto foi reescrito a partir do apagamento de alguns trechos, ou seja, foi realizada uma intervenção com grafite no livro, posteriormente as páginas foram fotografadas, manipuladas digitalmente e assim, a publicação foi construída. O livro usado para fazer este trabalho: BORGES, Jorge Luís Borges. Ficções. Porto Alegra: Abril Cultural, 1972.

ficha técnica livro de artista impressão sobre papel pólen e costura artesanal

https://www.abancavermelha.com/product-page/o-autor-de-quixote


Rafaela Jemmene, Tatuí/94, é uma publicação realizada a partir de uma experiência em uma casa na região dos Jardins, na cidade de São Paulo, que na época estava com os dias contados, pois já se sabia que seria demolida, para em seu lugar ser construído um prédio. E neste contexto, pude trabalhar com a noção de site-specific como metodologia para a elaboração de um trabalho de arte. E também pela efemeridade de existência deste espaço me aprofundei em uma questão tão importante para mim, como a memória do lugar. Composto por fotos feitas pela autora, e fragmentos de textos de artista e escritores. Texto em espanhol.

ficha técnica livro de artista impressão sobre papel pólen e costura artesanal

https://www.abancavermelha.com/product-page/tatu%C3%AD-94


https://www.abancavermelha.com/product-page/matadouro


Sobre A Banca Vermelha:

A A Banca Vermelha é um espaço para que mulheres possam apresentar e conduzir suas narrativas por meio de publicações visuais. É um espaço que pretende abrir caminhos para o protagonismo delas: todas as mulheres, nascidas ou tornadas. Todas podem ser representadas na Banca Vermelha. Esse espaço é seu, é nosso. Somos maioria em nosso país, e somos maioria na Banca. Os homens, por sua vez, são muito bem-vindos, porque sua participação alavancará o voo de mulheres com menos privilégios editoriais.Banca Vermelha é um espaço para que mulheres possam apresentar e conduzir suas narrativas por meio de publicações visuais. É um espaço que pretende abrir caminhos para o protagonismo delas: todas as mulheres, nascidas ou tornadas. Todas podem ser representadas na Banca Vermelha. Esse espaço é seu, é nosso. Somos maioria em nosso país, e somos maioria na Banca. Os homens, por sua vez, são muito bem-vindos, porque sua participação alavancará o voo de mulheres com menos privilégios editoriais.


https://www.abancavermelha.com/

@abancavermelha tel: 11 965 324 807 abancavermelha@gmail.com r artur de azevedo, 1818, pinheiros são paulo - sp