INTERLOCUÇÃO - JANELA MUDA - RITA BALDUINO



A exposição intitulada "Janela Muda" é composta por três instalações que ocuparão o térreo do sobrado que abriga a Casa Contemporânea. O processo que se deu antes desta corporificação foi longo, aproximadamente 1 ano, do qual participei ativamente como interlocutora da artista Rita Balduino.

A interlocução é entendida neste processo como uma troca de pensamentos que ocorriam  a cada encontro entre eu e Rita, que conversarmos e debatíamos seu processo, suas aflições e pensamentos. A interlocução entre nós propiciou a construção de um conhecimento, que culminou nesta exposição, que articula os pensamentos e ideias da artista, que pensa a imagem, e as questões que podemos refletir a partir dela.

Porém a imagem que Rita Balduino propõe não é a representação de um objeto, situação ou cena, com o intuito de provar sua existência ou resgatar ou preservar sua memória. Mas antes de tudo é a vontade de questionar, na ebulição de tantas vozes e imagens, nesta multidão de tantas coisas, o que fica?

E assim passamos por estes lugares, que Rita construiu para abrigarem seus trabalhos, lugares de imagens reinventadas, reconstruídas e projetadas, e voltamos a um questionamento tão importante para pensar a imagem e suas possibilidades: O que de fato vemos? "O que vemos e o que nos olha"? (O que vemos só vale - só vive em nossos olhos pelo que nos olha… (George Didi-Hubermas)).



Interlocução - Janela Muda - Publicação no Issuu

https://issuu.com/jemmene/docs/interlocuc__a__o_-_janela_muda_


Sábado, 08/06, 15:30: 

Clarice Vasconcelos e Rita Balduino estarão na Casa Contemporânea para um bate papo sobre suas exposições "Matraca" e "Janela Muda". Participarão também Marcelo Salles, curador de Matraca e Rafaela Jemmene, interlocutora artística na produção de Rita Balduino.Venha conhecer um pouco mais da experiência das artistas. Sua presença é fundamental! Confirme: casacontemporanea@gmail.com A exposição fica em cartaz até 22/06/2013 terça a sexta das 14 às 19h. sábado das 11 às 17h.